Descobrindo a tecnologia, desvendando a ciência

Windows Server 2016 será lançado em setembro

12/07/2016 as 23:54 | Categoria: Programação

A Microsoft anunciou hoje, 12 de julho, que o Windows Server 2016 e o System Center 2016 serão lançados durante a conferência Ignite em setembro deste ano.

A conferência será realizada de 26 a 30 de setembro em Atlanta. Saiba mais sobre o evento aqui.

O Windows Server 2016 Technical Preview 5 é a versão de testes mais recente e é a última a ser disponibilizada para o público antes do lançamento oficial em setembro.

De acordo com a Microsoft, a versão Technical Preview 5 já é “feature complete”. Isto significa que todos os recursos e funcionalidades já estão presentes.

 

Edições do Windows Server 2016

O Windows Server 2016 estará disponível nas edições Datacenter, Standard e Essentials. A edição Datacenter é voltada para ambientes altamente virtualizados de nuvem privada e híbrida.

Já a edição Standard é voltada para ambientes de baixa densidade ou não virtualizados. Por último, a edição Essentials oferece uma solução de servidor flexível, acessível e fácil de usar para pequenas empresas com até 25 usuários e 50 dispositivos.

As três edições estarão disponíveis para compra a partir de outubro de 2016.

Os preços das edições Datacenter e Standard podem ser vistos abaixo:

windows-server-2016-precos

É importante destacar também que as edições Datacenter e Standard terão três opções de instalação: Server with Desktop Experience, Server Core e Nano Server.

A opção Server with Desktop Experience oferece a experiência ideal para quem precisa utilizar aplicações com interface gráfica ou para um host de Remote Desktop Services. Esta opção oferece a experiência completa do Windows.

A opção Server Core não traz interface gráfica e não inclui itens como o Gerenciador do Servidor ou o Console de Gerenciamento Microsoft (MMC). Itens como o Gerenciador de Tarefas e o PowerShell estão presentes.

Por último, a opção Nano Server oferece um sistema operacional leve e ideal para execução de aplicações para a nuvem baseadas em contêineres e micro serviços. Esta opção também pode ser usada para quem quer um datacenter mais ágil.

Postagens Relacionadas