Descobrindo a tecnologia, desvendando a ciência

Segurança do Wi-Fi é violada, brecha é devastadora para 41% de celulares Android

16/10/2017 as 14:53 | Categoria: Segurança

Segurança do Wi-Fi é violada, brecha é devastadora para 41% de celulares Android

Hoje pela manhã, pesquisadores revelaram detalhes de uma nova exploração chamada KRACK que aproveita as vulnerabilidades da segurança Wi-Fi para permitir que os invasores espaguem o tráfego entre computadores e pontos de acesso sem fio.

O exploit, conforme relatado pela Ars Technica , aproveita várias vulnerabilidades de gerenciamento de chaves no protocolo de segurança WPA2, o popular esquema de autenticação usado para proteger redes Wi-Fi pessoais e empresariais.

"Se o seu dispositivo suportar Wi-Fi, provavelmente é afetado", dizem os pesquisadores.

A Equipe de Preparação para Emergência de Computadores dos Estados Unidos emitiu o seguinte aviso em resposta à exploração:

"O US-CERT tomou conhecimento de várias vulnerabilidades de gerenciamento de chaves no handshake de 4 vias do protocolo de segurança Wi-Fi Protected Access II (WPA2). O impacto da exploração dessas vulnerabilidades inclui decodificação, repetição de pacotes, sequestro de conexão TCP, injeção de conteúdo HTTP e outros. Observe que, como problemas de nível de protocolo, a maioria ou todas as implementações corretas do padrão serão afetadas. O CERT / CC e a pesquisadora responsável por relatórios KU Leuven divulgarão publicamente essas vulnerabilidades em 16 de outubro de 2017".

Todos os dispositivos equipados com a tecnologia de Wi-Fi estão sucestíveis ao ataque, mas s pesquisadores observaram que para 41% de smartphones equipados com Android, a brecha é devastadora e considera esses celulares altamente vulneráveis.

A Microsoft já disponibilizou uma atualização que corrige o problema e todos os dispositivos que suportam o Windows estão seguros em relação ao Wi-Fi. Usuários de MacOS, IOS, Android e Linux com suporte ao Wi-Fi ainda estão vulneráveis aos ataques.

Postagens Relacionadas